1 de fevereiro de 2015

Palavra do Pastor #19

UM CRISTÃO PODERIA SER A FAVOR DA PENA DE MORTE?
Rev. Cleverson Gilvan


Você é a favor da pena de morte?
Deve um cristão ser a favor da pena de morte?
O que dizer dos que são a favor da pena de morte?
O Estado tem o direito de executar a pena de morte?

Estas e outras respostas pelo pastor da Igreja Presbiteriana Central de Patrocínio: Rev. Cleverson Gilvan.

            Recentemente todos acompanharam com atenção a história de Marco Archer Moreira, um traficante brasileiro, condenado à morte, diante das leis e costumes da Indonésia. Mais uma vez, a história da aplicação da pena capital trouxe a nós a oportunidade de refletir sobre um tema tão controverso, que nesse pequeno artigo tenta responder objetivamente a pergunta: Um cristão poderia ser a favor da pena de morte?

            Primeiramente devemos lembrar que as Escritura sempre trataram a vida como um bem sagrado, e isto é verdade especialmente no que diz respeito à vida humana, que foi criada para refletir a imagem do seu Criador. Isto é tão certo que um dos mandamentos da lei do Senhor diz: Não matarás!

            Contudo, em função da própria seriedade da lei, segundo o Antigo Testamento, todo o homem que matasse, morreria, como se vê em Levítico 24:17 “Quem matar alguém será morto.”. Mas mesmo lá, essa pena não poderia ser aplicada por qualquer pessoa, só o estado, legitimamente constituído é que poderia aplicar tal pena.

            No Novo Testamento a lógica não é anulada, ou seja, o Estado continua sendo uma agência legítima do Reino de Deus, por isso Paulo declara: Romanos 13:4 “visto que a autoridade é ministro de Deus para teu bem. Entretanto, se fizeres o mal, teme; porque não é sem motivo que ela traz a espada; pois é ministro de Deus, vingador, para castigar o que pratica o mal.”, segue-se então que o Estado, e somente este, conforme determinação Divina tem autoridade legítima para aplicar a pena capital em casos de extrema gravidade, como o assassinato.

            Mas e o mandamento: Não matarás? Observe que a ordem não é dada para o Estado constituído, mas para pessoas, o sujeito oculto na ordem é TU. Deste modo, por causa da sua missão dentro do Reino, o Estado pode apenar aqueles que descumprirem o mandamento. Além disso, não é válida a ideia de que os possíveis erros de julgamento invalidam a pena, afinal de contas se os erros do juízo invalidasse sua missão não haveria nunca e em nenhum lugar qualquer justiça (humana).

            Deste modo respondemos objetivamente que é possível sim a um cristão admitir a aplicação da pena capital, desde que ela seja estabelecida pelos trâmites legais.   


"Sujeitai-vos a toda instituição humana 
por causa do Senhor,
quer seja ao rei, como soberano, 
quer às autoridades, como enviadas por ele, 
tanto para castigo dos malfeitores
como para louvor dos que praticam o bem."
1 PEDRO 2:13:14


Lembre-se: as leis do Estado podem e DEVEM ser obedecidas e cumpridas devidamente. Assim como devemos a Deus nos submeter, também devemos nos submeter ao Estado.


Muita paz, alegria e ricas bençãos no Senhor!


Missionária KÁTIA TRIBIOLLI
estudante de teologia
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE!
Sua opinião é muito importante para o blog!
Deixe aqui sua opinião, sua crítica ou seu entendimento sobre o artigo.
ATENÇÃO! Nem todos os comentários serão aprovados!
Para maiores esclarecimentos sobre aprovação dos comentários acesse a página: SOBRE e leia nossa Política de Comentários.

Get Sharing Tolls